sexta-feira, 27 de abril de 2018

SUCULENTAS, HIROSHIMA E VOCÊ

Você pode ler ouvindo (Perfect Due -Ed Sherran)

É, eu sei que sumi.
Sei que te deixei para depois. Que abri a porta e fui embora, sem sinal de arrependimento. Muito menos de um dia realmente ter existido na sua vida.  Levei os porta retratos e os quadros do Nirvana, até aquela torta de morango que tinha escondido no fundo da geladeira eu fiz questão de levar, não deixei nada. Só você.
Sabe, pensei que se limpasse sua casa, talvez só talvez a dor de ter seu coração quebrado em milhares e milhares de cacos poderia ser enganada. Poderia enganar a solidão e dizer que realmente nunca morei ali. Mas talvez eu tenha esquecido alguma meia atrás do sofá, será que foi isso que causou toda essa dor que nem tamanho tem no seu peito?
Não foi por mal. Sei que parece meio canalha bater no seu apartamento a essa hora da noite com uma garrafa de vinho e uma suculenta na mão, essa ainda é sua planta favorita? Tudo bem, sei que a raiva ainda está presente, e o amargor continua em cada papila de sua língua, e que toda noite escova a língua até sentir ânsia. Iria adiantar me vomitar?
Aquela noite você falou que eu era estragado, não tinha jeito. Que tudo que tocava acabava quebrado, e que você era uma tola de ter ficado. Naquela noite eu me calei, tenho certeza que notou. E não foi porque queria evitar uma briga, ou porque era inerte como me falou em outra briga. Me calei porque eu sentia, e sentia para caralho, puta que pariu como eu sentia. Eu era uma explosão de sentimentos, uma Hiroshima pronta pra explodir bem no meio do seu peito, bem no meio da sua varanda. Pensei no estrago que faria na suas plantinhas, então fiquei em silêncio. Contei até mil em português e depois em inglês tudo para não partir seu coração. Mesmo assim dias depois o quebrei não foi?

Sumi, porque precisava respirar. Eu era um caos vestindo a carcaça de um homem. Nunca me ensinaram a ser amado, não como você fazia. Claro que já ouvi algumas vezes aquelas três palavrinhas, mas sentir? Isso foi com você, só você.
Aquela vez que tudo deu errado no trabalho e minha vontade era pegar minhas coisas e sumir desse planeta foi o teu abraço que me disse as três palavras, e aquele dia que meu carro quebrou no meio da Brigadeiro, você veio toda feliz em ser minha salvadora, você poderia ter jogado na minha cara que há duas semanas vinha me falando que eu precisava levar o carro no mecânico, mas você só me salvou, e as três palavrinhas novamente ficaram implícitas. 
Você consegue perceber que fui embora para te salvar? Mesmo sabendo que quem gritava socorro era eu.

Faz alguns meses que tenho me controlado, segurado a onda, até ioga eu fiz, aliás nunca me arrependi tanto de algo, minha coluna nunca mais sera a mesma. Não ando mais com fones de ouvido só para evitar as músicas bads, cê sabe que quando começo entro num inferno astral terrível. Por falar nisso, descobri que minha lua é em escorpião, será que é por isso que voltei? Improvável, os astros não iriam te sacanear a esse ponto.
Eu tô aqui. Sei que não foi no tempo certo, e que demorei uma eternidade para enxergar o que tu sussurrou milhões de vezes até se cansar e gritar na varanda aquela noite. É amor, não aquele amor com cheiro de fruta colhida do pé, amor de verdade porra. Amor que tira o sono e que te deixa deitado em um quarto escuro por três dias, só pensando nas merdas que fez e que de todas ter deixado você irá ganhar de qualquer coisa. Sei que meu amor parece sujo e até indigno, mas é seu.
Tentei ajeitar as coisas aqui dentro, limpei a bagunça e deixei a porta aberta caso você ainda queira entrar, as chaves estão aqui com a suculenta.
Só mais uma coisa. Eu ainda sou uma bomba daquelas que podem explodir a qualquer momento sem aviso, mas juro que se você souber me desamar eu deixo. Eu deixo até que me exploda, mas jura que me recolhe pedaço por pedaço, porque estou aqui por você, só você;
Posso entrar?

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

UM BREVE ATÉ LOGO


Antes de começar, queria dizer que pensei muito antes de tomar essa decisão. Coloquei todos os prós e contras e foi dolorido chegar até aqui, mas necessário.
O blog sempre foi meu lugar de refúgio, e nunca tive a pretensão de ganhar dinheiro, ou ser algo profissional, ele nasceu para ser um espaço que tivesse prazer em passar meu tempo, e assim ele se manteve por muito tempo. O problema é que comecei a me sentir sufocada e na obrigação de estar aqui, de fazer ele ser lido, entende?
Está acontecendo muitas coisas na minha vida, e nesse momento o blog não é e nem pode ser minha minha prioridade. Com tudo ele é uma boa parte de mim, uma parte linda e florida. Uma parte que tenho o maior orgulho, por isso não quero fechar o blog, mas preciso dizer que ele ficara parado até o dia que meu coração sentir a necessidade de nos reencontrarmos.

Quero agradecer do fundo de coração cada leitor que virou meu amigo (a), cada comentário lindo que aqueceu meu coração em dias frios, muito do que sou hoje faz parte do blog ou seja, vocês também são minhas pequenas parcelas.Tudo na vida muda, e esse é um tempo de mudança.
Não quero dizer adeus, diremos até logo.
Um beijo e um abraço com cheiro de saudade.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

1.000 MÚSICAS | PENSANDO ALTO


Hoje eu acordei um pouco mais cedo só pra apreciar o leve suspirar dela, essa leveza, o cabelo todo bagunçado e todo esse encanto de menina que ela tem enquanto dorme. Chega a ser engraçada a maneira de como ela consegue ser perfeita até quando está dormindo inquietamente se movendo para todos os lados da cama, enquanto eu não consegui ser bonito nem de terno e gravata no nosso casamento.

 Abri as janelas devagarinho, a cada barulhinho dessa janela enferrujada eu segurava o coração e olhava pra ela com os olhos arregalados e prendendo a respiração com medo de acorda-lá. Deixei a luz fraca do sol das 6;00 da manhã iluminarem os traços perfeitos dela.

 E no silêncio que se encontrava no meio dos lençóis brancos comecei a pensar em tudo, tudo mesmo. Na minha mente fiz algumas promessas malucas a mim mesmo. Me prometi que faria ela sorrir de um jeito diferente a cada dia de nossas vidas. Você deve estar me achando louco não é mesmo ? Sim, louco de carteirinha e dono da empresa, louco, completamente louco, por ela.

 Querida, lhe prometo que ainda te amarei loucamente e tão intensamente quando tivermos 70 anos e você estiver se assustando com os seus grisalhos cabelos brancos, quando eu sorrir, e lhe dizer que você está linda e lhe dar um beijo na testa, como da primeira vez em que nos vimos quando ainda tínhamos 23. Peço que você ainda se lembre do quão admirável você é quando eu não poder mais tampar os seus olhos, lhe roubar um beijo, e com a sua marca de batom nos lábios, sussurrar baixinho seu pé do seu ouvido "Eu estou aqui pra lembrar o quão amável você é".

 Peço que, mesmo quando eu estiver sentado em uma cadeira de balanço e não aguentar mais andar sem aquela bengala de madeira, quando eu não puder mais lhe acompanhar nas suas viagens malucas pra algum outro país de última hora, que você se divirta e tire todas as suas 759 fotos, que você me mande cada uma pra colar no seu velho mural de viagens, sei que mesmo longe, você vai levar um pouco (ou tudo) de mim, então posso dizer que esse seria o NOSSO mural de "volta ao mundo".

Peço que você volte logo para nos jogarmos na grama do quintal e assistir o paraíso das estrelas, seremos nós a platéia delas. Querida, só queria dizer que não existem limites quando se trata de sonhos, e o meu sonho, é ver você realizar os seus e me puxar pra cada uma dessas aventuras clandestinas.

[...] Eu não sei porque uma lágrima resolveu tomar posse do meu rosto inteiro, mas não uma lágrima de dor, pela primeira vez na vida, essa é uma lágrima se livrando por um bom sentido.
 E por incrível que pareça no mesmo momento ela abriu essa duas estrelas cadentes que ela chama de olhos. Querida, me desculpe, não queria atrapalhar seus sonhos, volte a dormir, é alucinante sentir o seu suspirar, mais uma vez, me desculpe, eu estava pensando um pouco alto demais.

ME SIGA NAS REDES SOCIAIS

sábado, 23 de setembro de 2017

FOI BOM ENQUANTO DUROU


Deitada de barriga para cima, devorando aquele chocolate que eu prometi comer só um pedacinho, comecei a lembrar de nós, sabe, essa nostalgia gostosa, que veio fazendo o peito apanhar, mas logo suaviza. Não é uma história triste, foi apenas um capítulo que chegou ao fim, mas foi bom não foi?! 
Eu lembro da sua briga constante com a camisa que você sempre achava feia, mas eu adorava, com aquele horário que a gente combinava e você sempre se atrasava, mesmo sendo eu a garota mais vaidosa e teimosa que você já conheceu. Lembro da sua risada com os olhos fechados e o abraço de urso que esmagava todo o meu ser, era bom, mas infelizmente acabou.

Não lembro de nós com pesar, mesmo sabendo que talvez pudêssemos ter sido mais, eu não sou dona do futuro, só sei que durou o tempo que era para durar, e os melhores momentos ficarão gravados aqui, na memória mais bonita que eu poderia ter em mim.
A gente pode até tentar culpar um ao outro, mas a verdade é que não é possível consertar algo que nunca esteve quebrado, a gente tentou ser mais do que conseguia, só que eu queria mesmo agradecer por você ter vindo aqui, bagunçado toda a minha vida e me feito sentir assim, porque foi bom, mas infelizmente não era para durar.

Desculpa se eu fiz seu mundo rodar, desculpa não ter conseguido ficar para sempre como a gente tinha prometido, mas se te serve de consolo eu aproveitei cada segundo, e fiquei imensamente feliz por cada passo nosso.
Só queria me despedir direito tá, ignora as palavras a mais, a falta de coesão ou se o português não for cem por cento a minha praia, mas eu precisava desabafar, porque foi bom enquanto durou, e durou o tempo suficiente para se tornar inesquecível.

sábado, 9 de setembro de 2017

CUIDA DELA


Cuida dela, já que cê não soube cuidar de mim, cuida dela com carinho, faz ela feliz, porque ela parece gostar de você, valoriza ela, por favor, já que você não soube me valorizar...
Manda textão a uma da madrugada, dê flores pra ela, cara, é sério, não perde ela não, eu sei que você odeia se apegar e acha difícil, mas se dá uma chance, por ela, dá a chance que você nem pensou em me dar.

Cuida dela, repara quando ela cortar o cabelo e a franja, elogia a roupa bonita que ela passou horas escolhendo para te impressionar, deixa de lado aquele futebol só um dia para acompanhar ela na festa da família, surpreenda ela, não deixa ela escapar como você fez comigo...
Por que eu sei o quanto dói a sensação de perder quem você ama, eu sei quanto dói ficar cara a cara com a verdade de que você não é e nunca foi prioridade, mas mostra pra ela que você tá diferente, seja diferente com ela...

Cuida dela, não chama ela de Amor, prova que ela é o seu Amor,a sua Vida, tudo o que você precisa para ser feliz, deixa ela e o mundo todo saber que seu peito tá transbordando por causa de uma garota que posta fotos com o seu boné e os seus filtros do celular, aproveita cada segundo para mostrar o quanto ela te faz bem, jura pra ela e cumpra, não como as promessas que você me fez, cumpra de verdade.

Não to falando isso para o seu bem, mas para o bem dela, porque ninguém merece passar pelo que eu passei, então vai, ama ela de verdade e cuida dela, como cê não soube cuidar de mim...